Instalação Não Destrutiva

O microtunelamento é uma instalação não destrutiva de tubo por cravação controlada remotamente. Os tubos de cravação HOBAS possuem uma alta resistência compressiva e são de constante qualidade superior. Devido à superfície exterior lisa e não abrasiva, às tolerâncias do diâmetro externo (De) e à construção de peso leve, os sistemas de tubos de cravação PRV-C HOBAS são expostos às menores cargas de cravação na indústria.

O pequeno diâmetro externo em relação ao diâmetro interno dos tubos traz várias vantagens. Por exemplo, máquinas menores são necessários para os tubos, o que significa menos equipamento e custos reduzidos; despesas para a preparação do local de construção e do poço de cravação podem ser diminuídas significativamente. Juntas e acessórios adequados para cada aplicação garantem um sistema completamente estanque.

Cravação com Sistemas de Tubo HOBAS
Benefícios HOBAS - Alta resistência compressiva
- Diâmetro externo menor – custo de equipamento reduzido
- Diâmetro externo menor – Menos escavação
- Forças de cravação mais baixas exigidas
- Possibilidade de deflexão angular nos acoplamentos
- Vida útil muito longa de mais de 50 anos
Produtos Suplementares - Acoplamentos práticos push-to-fit
- Tubos a montante e a jusante para estações intermediárias de cravação
- Lubrificação - Bicos injetores
- Estruturas de poços para o local de cravação

Benefícios da Cravação Comparada com a Construção Tradicional

  • Sem necessidade de valas abertas – os tubos são instalados sem que o público em geral perceba
  • Cidades e paisagens não são afetadas pelos trabalhos de construção
  • Reduções do nível dos lençóis freáticos, que afetam a vegetação, podem ser evitadas
  • Devido à espessura estreita da parede dos tubos de cravação HOBAS, quantidades relativamente pequenas de solo são escavadas e removidas
  • Sem necessidade de áreas especiais de armazenamento para materiais e equipamentos
  • Perturbações do tráfego são mantidas a um nível mínimo
  • Os tubos de cravação HOBAS podem ser instalados independentemente das condições climáticas
  • Os moradores, a natureza e o ambiente são protegidos de ruídos, sujeira e vibrações
  • Os danos à natureza são substancialmente menores do que com o método de vala aberta
  • As emissões de carbono são consideravelmente mais baixas durante a construção e causadas pelo tráfego, como congestionamentos podem ser evitados. Saiba mais

O primeiro projeto usando tubos de cravação PRV HOBAS e máquinas de cravação controladas remotamente foi executado como parte de um projeto de pesquisa em Hamburgo. Em 1982, tubos com um diâmetro externo de 752 mm (comprimento: 2980 mm, espessura da parede: 50 mm) foram instalados usando uma máquina de microtunelamento Iseki modificada sem quaisquer problemas desde o início. Dentro de poucas décadas, os tubos de cravação PRV-C têm ganhado uma posição firme no método não destrutivo e hoje a HOBAS fabrica tubos de cravação com diâmetros de até 3600 mm (DN 3600).