Sistemas de Tubo para Hidrelétricas HOBAS

No início dos anos 60, a usina Gommerkraftwerke no Vale de Binn no cantão suíço de Valais procurou um material adequado para a linha de tubo de pressão até sua planta hidrelétrica. Na mesma época, engenheiros mecânicos suíços pensaram sobre aplicações alternativas para seus rolos de tingimento têxtil. Foi uma feliz coincidência, quando a Gommerkraftwerke escutou sobre as excelentes propriedades e o peso leve dos tubos. A escolha do material foi óbvia  - e eles usaram tubos centrifugados PRV para a linha de tubo DN 1000 muito íngreme e de três quilômetros de distância. Devido ao peso leve do material, não demorou que eles instalaram a linha de tubo com equipamentos relativamente simples. No terreno íngreme e acentuado do Vale de Binn na Suíça, a linha de tubos de pressão HOBAS provou ser tão confiável que ainda está sendo usado hoje, depois de mais de 50 anos.

As linhas de tubo de hidrelétrica HOBAS possuem uma superfície interna completamente lisa , com um baixo coeficiente de rugosidade - elas atingem uma perda mínima de pressão e, portanto, um fluxo máximo de massa. Comparado a outros materiais de tubo, a vazão mais alta com os mesmos diâmetros resulta em mais saída. Como os tubos são frequentemente instalados em terreno montanhoso ou áspero, os tubos HOBAS duráveis, porém leves influenciam o processo de tomada de decisão: o seu fácil manuseio reduz o tempo de instalação para mais economias de custos.

Volume de Entrega
Diâmetro Nominal [DN] 150 - 3600 mm
Pressão Nominal [PN] 1 - 32 bar
Rigidez Nominal [SN] 630 - 1000000 N/m²
Produtos - Tubos, juntas, conexões e acessórios
- Sistemas de corte angular

Coletor de Areia HOBAS

Um componente-chave para remover sólidos em pequenos sistemas hidrelétricos é o coletor de areia. Depois que pedras grandes e detritos de madeira tenham sido retidos pela tela do sistema de barragem, o coletor de areia separa sólidos menores, tais como cascalho, areia e lodo, da água fluvial, evitando assim a acumulação de depósitos sedimentares na linha de tubo. Isto, por sua vez, aumenta o tempo de operação e os intervalos de manutenção da planta hidrelétrica, protege a turbina de desgaste em excesso e prolonga a vida útil da instalação

 

A HOBAS desenvolveu um coletor de areia pré-fabricado e particularmente eficiente, que é deito de tubos reforçados por fibra de vidro. Graças ao sistema modular e ao peso leve, o coletor de areia HOBAS é transportado até o local de instalação e integrado no sistema de planta hidrelétrica de forma muito fácil. Uma unidade de descarga, que pode ser completamente automatizada a pedido, limpa o coletor de areia de sólidos separados.

 

A eficiência do sistema de tranquilização e da função de descarga do coletor de areia HOBAS foi testada e verificada por um modelo numérico de simulaçãona ČVUT de Praga (Universidade Técnica Checa em Praga) e um modelo hidráulico na BOKU de Viena (Universidade de Recursos Nacionais e Ciências da Vida).

 

Cada coletor de areia HOBAS é adaptada conforme as dadas exigências em relação a vários fatores, incluindo o tamanho dos sólidos e a duração de tranquilização, bem como a velocidade do fluxo de entrada. Isto garante o melhor desempenho possível de tranquilização e descarga e o desempenho otimizado de longo prazo da planta hidrelétrica.